05/10/2011

Poesia é remédio.

Ele serve para os males do coração, para as dores de cotovelo, para boca seca, para quem tá engasgado com alguma coisa, para pedir perdão, para os que estão curtindo a maior fossa, enfim, ele é indicado nas mais variadas ocasiões. E também faz muitíssimo bem para quem já está bem, como mamães de primeira viagem, gente que vai fazer uma viagem bacana, aprovados no vestibular, entre tantos outros. Estou falando do Santo Remédio! Do nome ao objetivo, tudo é legal nesta ideia! Criação da artista e escritora Larissa Minghin, seu medicamento é uma forma de tratamento alternativo que usa criatividade, bom gosto e principalmente, palavras!


Cada caixa do Santo Remédio contém um frasco com 15 poesias em cápsulas, uma bula exclusiva e um receituário (que serve como cartão) para presentear quem você gosta! O legal é que dá para personalizar (ou seria, manipular?!) o Santo Remédio conforme o caso, além dos temas oficiais, claro! Dentro de cada cápsula tem poesias, frases e haikais (forma poética de origem japonesa) relativo ao tema. Tudo escrito por Larissa e diversos outros poetas, como Caio Fernando de Abreu, Mário Quintana e Martha Medeiros.



Demais, né?

2 comentários:

  1. Gostou? Peça o seu pelo e-mail: santoremedio.poesia@gmail.com

    ResponderExcluir
  2. Você poderia me ajudar aonde posso adquirir estas capsulas?por favor me envie um email para wallasil@yahoo.com.br

    ResponderExcluir

Palpite aí: